Liturgia diária

Agenda litúrgica

2016-12-13

TERÇA-FEIRA da semana III

S. Luzia, virgem e mártir – MO
Vermelho – Ofício da memória.
Missa da memória, pf. I do Advento.

L1 Sof 3, 1-2. 9-13; Sal 33 (34), 2-3. 6-7. 17-18. 19 e 23
Ev Mt 21, 28-32

* Na Ordem dos Carmelitas Descalços – I Vésp. de S. João da Cruz.

 

Missa

 

ANTÍFONA DE ENTRADA cf. Zac 14, 5.7
O Senhor virá com todos os seus Santos.
Naquele dia brilhará uma grande luz.


ORAÇÃO COLECTA
Senhor, que por meio do vosso Filho Unigénito fizestes de nós uma nova criatura, olhai com bondade para a obra do vosso amor e, pela vinda do Redentor, purificai-nos de todas as culpas. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I Sof 3, 1-2.9-13
Promete-se a todos os povos a salvação messiânica

Nestes dias, apresentam-se na primeira leitura as grandes profecias e outros textos mais significativos do Antigo Testamento relacionados com o tempo do Messias. A cidade santa de Jerusalém, centro e símbolo de toda a nação do povo de Israel, foi infiel ao Senhor; mas o Senhor suscitou para Si um povo, vindo dos pagãos e do resto fiel de Israel. E com ele fará obras admiráveis no meio dos homens, apesar da pobreza e humildade dos mesmos.

Leitura da Profecia de Sofonias
Eis o que diz o Senhor: «Ai da cidade rebelde e impura, ai da cidade opressora! Não escutou nenhum apelo, nem aceitou qualquer aviso. Não confiou no Senhor, nem se aproximou do seu Deus. Mas Eu darei aos povos lábios puros, para que todos invoquem o nome do Senhor e O sirvam de coração unânime. Do outro lado dos rios da Etiópia, os meus adoradores virão trazer-Me ofertas. Nesse dia não te envergonharás das acções com que Me ofendeste, porque afastarei do meio de ti os fanfarrões e arrogantes e não tornarás a vangloriar-te no meu santo monte. Só deixarei ficar no meio de ti um povo pobre e humilde e procurarão refúgio no nome do Senhor os sobreviventes de Israel. Não voltarão a cometer injustiças, não tornarão a dizer mentiras, nem mais se encontrará na sua boca uma língua enganadora. Por isso terão pastagem e repouso, sem que ninguém os perturbe».
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 33 (34), 2-3.6-7.17-18.19.23 (R. 7a)
Refrão: O pobre clamou e o Senhor ouviu a sua voz.
Repete-se
Ou: O Senhor ouviu o clamor do pobre. Repete-se

A toda a hora bendirei o Senhor,
o seu louvor estará sempre na minha boca.
A minha alma gloria-se no Senhor:
escutem e alegrem-se os humildes. Refrão

Voltai-vos para Ele e ficareis radiantes,
o vosso rosto não se cobrirá de vergonha.
Este pobre clamou e o Senhor o ouviu,
salvou-o de todas as suas angústias. Refrão

A face do Senhor volta-se contra os que fazem o mal,
para apagar da terra a sua memória.
Os justos clamaram e o Senhor os ouviu,
livrou-os de todas as angústias. Refrão

O Senhor está perto dos que têm o coração atribulado
e salva os de ânimo abatido.
O Senhor defende a vida dos seus servos,
não serão castigados os que n’Ele se refugiam. Refrão


ALELUIA
Refrão: Aleluia Repete-se
Vinde, Senhor, e não tardeis,
perdoai os pecados do vosso povo. Refrão


EVANGELHO Mt 21, 28-32
«Veio João e os pecadores acreditaram nele»

Deus quer a nossa salvação, porque nos tem amor. Só é preciso que aceitemos o seu dom e Lhe correspondamos, com fé e generosidade. São as obras, e não só ás palavras, que hão-de responder, concretamente, à palavra do Senhor. Se João Baptista tivesse sido aceite como Precursor do Messias, Este teria certamente sido também aceite, mais facilmente, pelos seus contemporâneos.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, disse Jesus aos príncipes dos sacerdotes e aos anciãos do povo: «Que vos parece? Um homem tinha dois filhos. Foi ter com o primeiro e disse-lhe: ‘Filho, vai hoje trabalhar na vinha’. Mas ele respondeu-lhe: ‘Não quero’. Depois, porém, arrependeu-se e foi. O homem dirigiu-se ao segundo filho e falou-lhe do mesmo modo. Ele respondeu: ‘Eu vou, Senhor’. Mas de facto não foi. Qual dos dois fez a vontade ao pai?» Eles responderam-Lhe: «O primeiro». Jesus disse-lhes: «Em verdade vos digo: Os publicanos e as mulheres de má vida irão diante de vós para o reino de Deus. João Baptista veio até vós, ensinando-vos o caminho da justiça, e não acreditastes nele; mas os publicanos e as mulheres de má vida acreditaram. E vós, que bem o vistes, não vos arrependestes, acreditando nele».
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Olhai benignamente, Senhor, para as nossas humildes ofertas e orações e, como diante de Vós não temos méritos, ajudai-nos com a vossa misericórdia. Por Nosso Senhor.

Prefácio do Advento I: p. 396


ANTÍFONA DA COMUNHÃO 2 Tim 4, 8
O Senhor dará a coroa da justiça
àqueles que esperam com amor a sua vinda.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Saciados com o alimento espiritual, humildemente Vos pedimos, Senhor, que, pela participação neste sacramento, nos ensineis a apreciar com sabedoria os bens da terra e a amar os bens do Céu. Por Nosso Senhor.

 

 

Santo

S. LUZIA, virgem e mártir

 

 

Martirológio

Memória de Santa Luzia, virgem e mártir, que durante a sua vida conservou a lâmpada acesa para ir ao encontro do Esposo e, conduzida ao martírio por amor de Cristo em Siracusa, na Sicília, mereceu entrar com Ele nas núpcias do Céu e possuir a luz que não tem ocaso.

 

2.   Em Porto Romano, perto do actual Fiumicino, na Itália, Santo Aristão, mártir.

3.   No promontório de Súlcis, na Sardenha, Santo Antíoco, mártir.

4.   Na Arménia, os santos Eustrácio, Auxêncio, Eugénio, Mardário e Orestes, mártires.

5.   Na Nêustria setentrional, actualmente na França, São Judoco, presbítero e eremita, que, sendo filho de Jutael, rei da Armórica, e irmão de São Judicael, para não ser constrangido a suceder a seu pai deixou a pátria e se retirou para a vida eremítica.

6.   Em Cambrai, na Austrásia, também na actual França, Santo Autberto, bispo.

7.   No território de Estrasburgo, na Borgonha, também na hodierna França, Santa Otília, virgem e primeira abadessa do mosteiro de Hohenbourg, fundado pelo duque Aldarico, seu pai.

8*.   Em Nápoles, na Campânia, região da Itália, o Beato João Marinóni (Francisco Marinóni), presbítero da Ordem dos Clérigos Regrantes, chamados Teatinos, que, juntamente com São Caetano, se dedicou à reforma do clero e à salvação das almas e promoveu o Monte de Piedade para auxílio dos pobres.

9.   No mosteiro da Visitação de Moulins, na França, o dia natal de Santa Joana Francisca Frémiot de Chantal, cuja memória se celebra no dia doze de Agosto.

10*.   Em Fermo, nas Marcas, região da Itália, o Beato António Grássi, presbítero da Congregação do Oratório, homem humilde e pacífico, que com o seu exemplo estimulou os irmãos à observância da Regra.

11.   Em Tjyen-Tiyou, localidade da Coreia, os santos Pedro Cho Hwa-so, pai de família, e cinco companheiros[1], mártires, que, tentados com promessas e tormentos do mandarim para abandonar a religião cristã, resistiram até serem decapitados.

 


[1]  São estes os seus nomes: Pedro Yi Myong-so e Bartolomeu Chong Mun-ho, pais de família; Pedro Son-ji, pai de familia catequista; José Pedro Han Chae-kwon, que foi catequista; e Pedro Chong Won-ji, adolescente.

 

12♦.   Em Castellamare, na Campânia, região da Itália, a Beata Maria Madalena da Paixão (Constança Starace), virgem, fundadora da Congregação das Irmãs Compassionistas Servas de Maria.