Liturgia diária

Agenda litúrgica

2016-12-22

QUINTA-FEIRA da semana IV

Roxo – Ofício da féria.
Missa da féria, pf. II do Advento.

L1 1 Sam 1, 24-28; SaL1 Sam 2, 1. 4-5. 6-7. 8abcd
Ev Lc 1, 46-56

* Na Ordem de São Domingos – Aniversário da aprovação da Ordem dos Pregadores pelo Papa Honório III (1216).

 

Missa

 

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 23, 7
Levantai, ó portas, os vossos umbrais,
alteai-vos, pórticos antigos, e entrará o Rei da glória.


ORAÇÃO COLECTA
Senhor, que, vendo o homem sujeito ao poder da morte, o quisestes resgatar com a vinda do vosso Filho Unigénito, concedei que, celebrando com sincera humildade o mistério da sua encarnação, mereçamos alcançar os frutos da sua redenção gloriosa. Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I 1 Sam 1, 24-28
Ana dá graças pelo nascimento de Samuel

Depois das anunciações e da visitação da salvação aos homens, vem a acção de graças. Quem acolhe e reconhece o dom de Deus, retorna a Deus em louvor e acção de graças. Assim fez Ana, a mãe de Samuel, a pobre mulher, que, na sua esterilidade, recorreu ao Senhor, e a quem o Senhor concedeu o dom de um filho, que, por isso, ela consagrou ao seu serviço.

Leitura do Primeiro Livro de Samuel
Naqueles dias, Ana tomou Samuel consigo e, levando um novilho de três anos, três medidas de farinha e um odre de vinho, conduziu-o à casa do Senhor, em Silo. O menino era muito pequeno. Imolaram o novilho e apresentaram o menino a Heli. Ana disse-lhe: «Ouve, meu senhor. Por tua vida, eu sou aquela mulher que esteve aqui orando ao Senhor na tua presença. Eis o menino por quem orei: o Senhor ouviu a minha súplica. Por isso também eu o ofereço para que seja consagrado ao Senhor todos os dias da sua vida». E adoraram o Senhor.
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL 1 Sam 2, 1.4-5.6-7.8abcd (R. 1a)
Refrão: O meu coração exulta no Senhor, meu Salvador.
Repete-se

Exulta o meu coração no Senhor,
no meu Deus se eleva a minha fronte.
Abre-se a minha boca contra os inimigos,
porque me alegro com a vossa salvação. Refrão

A arma dos fortes foi destruída
e os fracos foram revestidos de força.
Os que viviam na abundância andam em busca de pão
e os que tinham fome foram saciados.
A mulher estéril deu à luz muitos filhos
e a mãe fecunda deixou de conceber. Refrão

É o Senhor quem dá a morte e dá a vida,
faz-nos descer ao túmulo e de novo nos levanta.
É o Senhor quem despoja e enriquece,
é o Senhor quem humilha e exalta. Refrão

Levanta do chão os que vivem prostrados,
retira da miséria os indigentes;
fá-los sentar entre os príncipes
e destina-lhes um lugar de honra. Refrão

ALELUIA
Refrão: Aleluia Repete-se
Ó Rei das nações e Pedra angular da Igreja,
vinde salvar o homem que formastes do pó da terra. Refrão

EVANGELHO Lc 1, 46-56
«O Todo-poderoso fez em mim maravilhas»

Semelhante ao de Ana, o cântico de Maria, na sua acção de graças por reconhecer o que o Senhor n’Ela havia realizado, é todo inspirado na oração dos Salmos e noutras passagens da Sagrada Escritura. Foi a Palavra de Deus que lhe inspirou a sua palavra, como foi o Filho de Deus que n’Ela encarnou e Se fez o Filho do homem, Jesus Cristo, levando em Si e consigo os homens, agora seus irmãos, para louvor da glória de Deus.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
Naquele tempo, Maria disse: «A minha alma glorifica o Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador. Porque pôs os olhos na humildade da sua serva: de hoje em diante me chamarão bem-aventurada todas as gerações. O Todo-poderoso fez em mim maravilhas, Santo é o seu nome. A sua misericórdia se estende de geração em geração sobre aqueles que O temem. Manifestou o poder do seu braço e dispersou os soberbos. Derrubou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes. Aos famintos encheu de bens e aos ricos despediu de mãos vazias. Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia, como tinha prometido a nossos pais, a Abraão e à sua descendência para sempre». Maria ficou junto de Isabel cerca de três meses e depois regressou a sua casa.
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Confiando na vossa bondade, Senhor, trazemos ao altar os nossos dons, para que estes mistérios que celebramos nos purifiquem de todo o pecado. Por Nosso Senhor.
Prefácio do Advento II: p. 398 ou II/A p. 399


ANTÍFONA DA COMUNHÃO Lc 1, 46.49
A minha alma glorifica o Senhor:
O Todo-poderoso fez em mim maravilhas.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
A comunhão do sacramento que recebemos, Senhor, nos fortifique na prática das boas obras, para podermos ir ao encontro do Salvador e alcançarmos o prémio da vida eterna. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

 

Martirológio

1.   Comemoração de São Queremão, bispo de Nilópolis, e muitos outros mártires no Egipto: alguns deles, durante a perseguição do imperador Décio, dispersos pela fuga e errantes por lugares solitários, foram devorados pelas feras; outros morreram de fome, de frio ou de inanição; outros ainda, foram exterminados pelos bárbaros e pelos salteadores; todos eles, com diversos géneros de morte, foram coroados com a mesma glória do martírio.

2.   Comemoração de Santo Isquirião, mártir também no Egipto, que, no mesmo tempo, apesar dos opróbrios e injúrias, recusou sacrificar aos ídolos e morreu atravessado nas entranhas com uma estaca pontiaguda.

3.   Em Roma, junto à Via Labicana, no cemitério «ad Duas Lauros», trinta santos mártires, que receberam todos no mesmo dia a coroa do martírio.

4.   Em Rahiti, região do Egipto, quarenta e três santos monges mártires, que foram mortos pelos Blémios em ódio à religião cristã.

5*.   Em Utrecht, na Guéldria, região da Lotaríngia, actualmente na Holanda, Santo Hungero, bispo.

6*.   Em Londres, na Inglaterra, o Beato Tomás Holland, presbítero da Companhia de Jesus e mártir, que, no reinado de Carlos I, por exercer clandestinamente o ministério pastoral, foi condenado à morte na forca e entregou o espírito a Deus.

7.   Em Chicago, nos Estados Unidos da América do Norte, Santa Francisca Xavier Cabríni, virgem, que fundou o Instituto das Missionárias do Sagrado Coração de Jesus e com exímia caridade se dedicou ao cuidado dos emigrantes.

8♦.     Em Santander, cidade da Cantábria, no litoral da Espanha, o Beato Epifânio Gómez Álvaro, presbítero da Ordem de Santo Agostinho e mártir, que, durante a perseguição contra a fé, foi assassinado por ser religioso.