Liturgia diária

Agenda litúrgica

2017-01-25

QUARTA-FEIRA da semana III

Conversão de S. Paulo, Apóstolo – FESTA
Branco – Ofício da festa. Te Deum.
Missa própria, Glória, pf. dos Apóstolos.

L 1 Act 22, 3-16 ou Act 9, 1-22; Sal 116, 1. 2
Ev Mc 16, 15-18

* Proibidas as Missas de defuntos, excepto a exequial.
* Na Congregação da Missão e na Companhia das Filhas da Caridade – Aniversário da fundação da Congregação da Missão.
* Nas Congregações e Institutos da Família Paulista – Conversão de S. Paulo, Apóstolo – SOLENIDADE
* 8º dia do Oitavário de Orações pela Unidade dos Cristãos.

 

 

Santo

CONVERSÃO DE S. PAULO, Apóstolo

 

 

Martirológio

Festa da Conversão de São Paulo, Apóstolo, ao qual, quando ia para Damasco, ainda respirando ameaças de morte contra os discípulos do Senhor, o próprio Jesus glorioso Se apresentou no caminho e o escolheu, para que, cheio do Espírito Santo, anunciasse o Evangelho da salvação aos gentios, padecendo muitas tribulações pelo nome de Cristo. 

2.   Comemoração de Santo Ananias, discípulo do Senhor, que baptizou Paulo, depois da sua conversão.

3*.   Em Pozzuólli, na Campânia, região da Itália, Santo Artemas, mártir.

4.   Em Cartago, na actual Tunísia, Santo Agileu, mártir, em cujo dia natal Santo Agostinho pregou na sua basílica um sermão ao povo em sua honra.

5.   Em Nazianzo, na Capadócia, hoje Nenízi, na Turquia, o dia natal de São Gregório, bispo, cuja memória é celebrada no dia 2 de Janeiro.

6.   Comemoração de São Bretanião, bispo de Tómis, na Cítia, hoje Constança, na Roménia, que, no tempo do imperador ariano Valente, a quem resistiu com grande fortaleza, foi eminente pela sua admirável santidade e pelo seu zelo na defesa da fé católica.

7.   Em Tabenna, na Tebaida, região do Egipto, São Palémon, anacoreta, intensamente consagrado à oração e à contínua penitência, que foi mestre de São Pacómio.

9.   Em Marchiennes, na Flandres, também na actual França, São Popão, abade de Stabelot e de Malmédy, que difundiu em muitos mosteiros da Lotaríngia a observância de Cluny.

10*.   Em Ulm, na Suábia, região da Alemanha, o beato Henrique Suso, presbítero da Ordem dos Pregadores, que suportou pacientemente inúmeras tribulações e enfermidades, compôs um tratado sobre a sabedoria eterna e pregou assiduamente sobre o suavíssimo nome de Jesus.

11*.   Em Amândola, no Piceno, hoje região das Marcas, na Itália, o beato António Miglioráti, presbítero da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho.

12*.   Em Mântua, na Lombardia, região da Itália, a Beata Arcângela Girláni (Leonor Girláni), virgem da Ordem das Carmelitas, prioresa do convento de Parma e fundadora do cenóbio de Mântua.

13*.   Em Tortosa, na Espanha, o Beato Manuel Domingo y Sol, presbítero, que instituiu a Sociedade dos Sacerdotes Operários do Coração de Jesus, para fomentar vocações sacerdotais.

14*.   Em Alessândria, no Piemonte, região da Itália, a beata Maria Antónia (Teresa Grillo), religiosa, que, ao ficar viúva, se dedicou misericordiosamente às necessidades dos pobres e, vendendo tudo o que possuía, fundou a Congregação das Irmãzinhas da Divina Providência.

15*.   No campo de concentração de Dachau, perto de Munique, cidade da Baviera, na Alemanha, o Beato António Swiadek, presbítero e mártir, que, em tempo de guerra, por defender a fé perante os sequazes de doutrinas hostis a toda a dignidade humana e cristã, recebeu a coroa imperecível de glória.

8.   Em Arvena, na Aquitânia, hoje Clermont-Ferrand, na França, os santos Preste, bispo, e Amarino, homem de Deus, ambos mortos às mãos dos notáveis da cidade.