Liturgia diária

Agenda litúrgica

2017-10-21

SÁBADO da semana XXVIII

Santa Maria no Sábado – MF
Verde ou br. – Ofício da féria ou da memória.
Missa à escolha (cf. p. 18, n. 18).

L 1 Rom 4, 13. 16-18; Sal 104 (105), 6-7. 8-9. 42-43
Ev Lc 12, 8-12

* Na Congregação dos Missionários do Preciosíssimo Sangue – S. Gaspar del Búfalo, presbítero, Fundador da Congregação – SOLENIDADE
* Na Arquidiocese de Braga – I Vésp. de S. Martinho de Dume.
* Na Diocese da Guarda (Sé) – I Vésp. do aniversário da Dedicação da Igreja Catedral.
* Na Ordem de São Domingos – I Vésp. do aniversário da Dedicação das igrejas conventuais (nas igrejas em que se desconhece o dia da Dedicação).
* I Vésp. do domingo – Compl. dep. I Vésp. dom.

 

Missa

 

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 129, 3-4
Se tiverdes em conta as nossas faltas,
Senhor, quem poderá salvar-se?
Mas em Vós está o perdão, Senhor Deus de Israel.


ORAÇÃO COLECTA
Nós Vos pedimos, Senhor, que a vossa graça
preceda e acompanhe sempre as nossas acções
e nos torne cada vez mais atentos
à prática das boas obras.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I (anos ímpares) Rom 4, 13.16-18
«Esperando contra toda a esperança, acreditou»

É a fé que justifica. É esta a grande afirmação da epístola aos Romanos. E cita-se agora o exemplo de Abraão. Foi em virtude da sua fé que ele foi justificado e se tornou o pai de todos os crentes. É assim que todos os que crêem, como ele acreditou, constituem a sua verdadeira descendência, são mais seus filhos do que aqueles que nasceram do seu sangue, e participam da aliança que Deus fez com ele e com a sua descendência.

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos
Irmãos: Não foi por meio da Lei, mas pela justiça da fé, que se fez a Abraão ou à sua descendência a promessa de que receberia o mundo como herança. Portanto a herança vem pela fé, para que seja dom gratuito de Deus e a promessa seja válida para toda a descendência, não só para a descendência segundo a Lei, mas também para a descendência segundo a fé de Abraão. Ele é o pai de todos nós, como está escrito: «Fiz de ti o pai de muitos povos». Ele é o nosso pai diante d’Aquele em quem acreditou, o Deus que dá vida aos mortos e chama à existência o que não existe. Esperando contra toda a esperança, Abraão acreditou, tornando-se pai de muitos povos, como lhe tinha sido dito: «Assim será a tua descendência».
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 104 (105), 6-7.8-9.42-43 (R. 8a)
Refrão: O Senhor recorda a sua aliança para sempre. Repete-se
Ou: Aleluia. Repete-se

Descendentes de Abraão, seu servo,
filhos de Jacob, seu eleito,
O Senhor é o nosso Deus
e as suas sentenças são lei em toda a terra. Refrão

Ele recorda sempre a sua aliança,
a palavra que empenhou para mil gerações,
o pacto que estabeleceu com Abraão,
o juramento que fez a Isaac. Refrão

Não Se esqueceu da palavra sagrada
que dera a Abraão, seu servo,
e fez sair o povo com alegria,
os seus eleitos com gritos de júbilo. Refrão


ALELUIA Jo 15, 26b.27a
Refrão: Aleluia. Repete-se
O Espírito da verdade dará testemunho de Mim,
diz o Senhor,
e vós também dareis testemunho. Refrão


EVANGELHO Lc 12, 8-12
«O Espírito Santo vos ensinará naquele momento
o que haveis de dizer»

Ainda na continuação da leitura de ontem, o Senhor faz hoje aos seus discípulos algumas recomendações em ordem sobretudo aos momentos de perseguição. A fé dos cristãos há-de levá-los a proclamarem esta mesma fé, sobretudo nos momentos mais críticos; mas é sobretudo então que o Espírito em nós actua e por nós fala. Não seria, de facto, com simples argumentos humanos que conseguiríamos responder aos opositores do Evangelho.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «A todo aquele que Me tiver reconhecido diante dos homens também o Filho do homem o reconhecerá diante dos Anjos de Deus. Mas quem Me tiver negado diante dos homens será negado diante dos Anjos de Deus. E todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem será perdoado; mas quem tiver blasfemado contra o Espírito Santo não será perdoado. Quando vos levarem às sinagogas, aos magistrados e às autoridades, não vos preocupeis com o que haveis de responder nem com o que haveis de dizer em vossa defesa. O Espírito Santo vos ensinará naquela hora o que haveis de dizer».
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Aceitai, Senhor,
as orações e as ofertas dos vossos fiéis
e fazei que esta celebração sagrada
nos encaminhe para a glória do Céu.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 33, 11
Os ricos empobrecem e passam fome;
mas nada falta aos que procuram o Senhor.

Ou cf. 1 Jo 3, 2
Quando o Senhor Se manifestar,
seremos semelhantes a Ele,
porque O veremos na sua glória.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Deus de infinita bondade,
que nos alimentais com o Corpo e o Sangue do vosso Filho,
tornai-nos também participantes da sua natureza divina.
Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

Martirológio

1.       Em Nicomédia, na Bitínia, hoje Izmit, na Turquia, os santos Dásio, Zótico e Caio, que eram servos do imperador Diocleciano e, falsamente acusados de terem incendiado o palácio, foram condenados à morte e lançados ao mar com grandes pedras atadas ao pescoço.

2.       Em Colónia, na Germânia, na hodierna Alemanha, a comemoração das santas virgens que deram a sua vida por Cristo no lugar da cidade onde mais tarde foi levantada a basílica dedicada à jovem Úrsula, virgem inocente, considerada a principal do grupo.

3.       Na ilha de Chipre, Santo Hilarião, abade, que, seguindo os passos de Santo Antão, depois de passar algum tempo em vida solitária perto da cidade de Gaza, foi fundador e exemplo da vida eremítica nesta região.

4.       Comemoração de São Malco, monge, cuja ilustre vida ascética em Marónia, perto de Antioquia da Síria, na actual Turquia, é referida por São Jerónimo.

5.       Em Bordéus, na Aquitânia, na actual França, São Severino, bispo, que, originário das terras do Oriente, foi honrosamente recebido por Santo Amando, que o quis como seu sucessor.

6.       Em Laon, na Gália, também na hodierna França, Santa Cilínia, mãe dos santos bispos Princípio de Soissons e Remígio de Reims.

7.       Em Lião, também na Gália, hoje na França, a comemoração de São Viador, leitor, que foi discípulo e ministro de São Justo, bispo de Lião, e o acompanhou no ermo do Egipto e na sua morte.

8*.     Em Tréveris, na Austrásia, actualmente na Alemanha, São Vendelino, eremita.

9*.     Em Marselha, na Provença da Gália, na hodierna França, São Mauronto, bispo, que foi também abade do mosteiro de São Vítor.

10*.   Em Cortona, na Etrúria, hoje na Toscana, região da Itália, o Beato Pedro Capúcci, presbítero da Ordem dos Pregadores, que, meditando sobre a morte, se voltou para as realidades celestes e com fervorosa pregação exortou os fiéis a evitar a morte eterna.

11♦.   Em Nishizaka, colina de Nagasáki, cidade do Japão, Julião Nakaura, religioso da Companhia de Jesus e mártir.

12.     Em Seul, na Coreia, São Pedro Yu Tae-ch’ol, mártir, que, com a idade de treze anos, no cárcere exortava os companheiros de cativeiro a suportar os suplícios e, flagelado com cem açoites e depois estrangulado, consumou o seu martírio.

13♦.   Em Montes de Saja, na Cantábria, no litoral da Espanha, o Beato Estanislau Garcia Obeso, presbítero da Ordem dos Pregadores e mártir, que, no tempo da perseguição, pela sua morte gloriosamereceu passar à felicidade eterna.

14*.   Em Belencito, povoação próxima de Medellin, na Colômbia, Santa Laura de Santa Catarina de Sena (Laura Montoya y Upegui), virgem, que, com grande sucesso se dedicou a anunciar o Evangelho aos indígenas que ainda desconheciam a fé em Cristo e fundou a Congregação das Irmãs Missionárias de Maria Imaculada e Santa Catarina de Sena.