Liturgia diária

Agenda litúrgica

2017-11-01

QUARTA-FEIRA da semana XXX

TODOS OS SANTOS – SOLENIDADE
Branco – Ofício da solenidade. Te Deum.
+ Missa própria, Glória, Credo, pf. próprio.

L 1 Ap 7, 2-4. 9-14; Sal 23 (24), 1-2. 3-4ab. 5-6
L 2 1 Jo 3, 1-3
Ev Mt 5, 1-12a

* Proibidas todas as Missas de defuntos, mesmo a exequial.
* Proibidas as Missas em oratórios privados.
* II Vésp. da solenidade – Compl. dep. II Vésp. dom.

 

 

Santo

TODOS OS SANTOS

 

 

Martirológio

Solenidade de Todos os Santos que estão com Cristo na glória. Na mesma celebração festiva, a santa Igreja ainda peregrina sobre a terra venera a memória daqueles cuja companhia alegra os Céus, para que se estimule com o seu exemplo, se conforte com a sua protecção e com eles receba a coroa do triunfo na visão eterna da divina majestade.

 

2.   Em Terracina, no litoral do Lácio, na actual Itália, São Cesário, mártir.

3.   Em Dijon, na Gália Lionense, actualmente na França, São Benigno, que é venerado como presbítero e mártir.

4.   Em Arvena, na Aquitânia, hoje Clermont-Ferrand, na França, Santo Austremónio, bispo, que, segundo a tradição, pregou nesta cidade a palavra da salvação.

5.   Em Paris, na Gália Lionense, na hodierna França, São Marcelo, bispo.

6*.   No território de Bourges, na Aquitânia, também na hodierna França, São Rómulo, presbítero e abade.

7.   Em Tívoli, no Lácio, na actual Itália, São Severino, monge.

8.   Em Milão, na Lombardia, também na Itália, São Magno, bispo.

9.   Em Bayeux, na Gália Lionense, hoje na França, São Vigor, bispo, que foi discípulo de São Vedasto.

10.   Em Angers, na Nêustria, também na hodierna França, São Licínio, bispo, a quem o papa São Gregório Magno encomendou alguns monges destinados para a Inglaterra.

11.   Em Larchant, cidade do Gatinais da Aquitânia, também na França, São Maturino, presbítero.

12.    No território de Thérouanne, na Flandres, igualmente na hodierna França, Santo Audemaro, que, sendo discípulo de Santo Eustásio, abade de Luxeuil, foi eleito bispo dos Morinos e renovou nesta região a fé cristã.

13*.   Em Sansepolcro, na Úmbria, hoje na Toscana, região da Itália, o Beato Rainério de Arezzo, religioso da Ordem dos Menores, admirável pela sua humildade, pobreza e paciência.

14*.   Em Lisboa, cidade de Portugal, São Nuno de Santa Maria (Nuno Álvares Pereira), religioso da Ordem dos Carmelitas, cuja memória se celebra em Portugal no dia 6 de Novembro.

15*.   Em Shimabara, no Japão, os beatos Pedro Paulo Navarro, presbítero, Dionísio Fujishima e Pedro Onizuka Sandayu, religiosos da Companhia de Jesus, e Clemente Kyuemon, mártires, que foram lançados na fogueira em ódio à fé cristã.

16.   Em Hai Duong, cidade do Tonquim, hoje Vietnam, os santos mártires Jerónimo Hermosilla e Valentim Bérrio Ochoa, bispos, e Pedro Almató Ribeira, presbítero, da Ordem dos Pregadores, que foram decapitados por ordem do imperador Tu Duc.

17*.   Em Munique, cidade da Baviera, na Alemanha, o Beato Ruperto Mayer, presbítero da Companhia de Jesus, zelosíssimo guia dos fiéis, grande protector dos pobres e dos operários e eminente pregador da palavra de Deus, que, perseguido pelo nefando regime nazi, foi deportado para um campo de concentração e depois internado num mosteiro, privado de toda a comunicação com os fiéis.

18*.   Em Mukacevo, cidade da Ucrânia, o Beato Teodoro Jorge Romzsa, bispo e mártir, que, em tempo de perseguição contra a fé cristã, pela sua indefectível fidelidade à Igreja mereceu alcançar a palma gloriosa.