Liturgia diária

Agenda litúrgica

2017-05-11

QUINTA-FEIRA da semana IV

Branco – Ofício da féria.
Missa da féria, pf. pascal.

L 1 Act 13, 13-25; Sal 88 (89), 2-3. 21-22. 25 e 27
Ev Jo 13, 16-20

* Na Ordem Beneditina – SS. Odo, Máiolo, Odilão e Hugo, e B. Pedro o Venerável, abades de Cluni – MO
* Na Ordem dos Franciscanos Capuchinhos – S. Inácio de Láconi, religioso, da I Ordem – MO
* Na Prelatura da Santa Cruz e Opus Dei – B. Joana de Portugal – MF; S. Nereu e S. Aquileu – MF; S. Pancrácio – MF
* Na Diocese de Aveiro (Cidade de Aveiro) – I Vésp. de B. Joana de Portugal.

 

 

Martirológio

1.   Na África Bizacena, na hodierna Tunísia, São Maiulo, mártir de Adrumeto, que foi condenado às feras.

2.   Na Via Salária, a vinte e duas milhas de Roma, Santo Antimo, mártir.

3.   Em Bizâncio, actualmente Istambul, na Turquia, São Mócio, presbítero e mártir.

4.   Em Vienne, na Gália Lionense, hoje na França, São Mamerto, bispo, que, perante a iminência de uma calamidade, instituiu nesta cidade o tríduo solene de ladainhas ou rogações antes da Ascensão do Senhor.

5.   Em Varennes, no território de Langres, também na Gália, actualmente na França, São Gengulfo.

6.   Em Souvigny, na Borgonha, hoje também na França, o passamento de São Maiolo, abade de Cluny, que, firme na fé, forte na esperança, rico na caridade, reformou muitos mosteiros na Gália e na Itália.

7*.   No mosteiro de L’Esterp, no território de Limoges, também na hodierna França, São Gualter, presbítero e cónego regular, que, instruído desde a infância no serviço de Deus, resplandeceu pela mansidão para com os irmãos e pela caridade para com os pobres.

8*.   Em Verrúchio, na Flamínia, actualmente na Emília-Romanha, região da Itália, o Beato Gregório Célli, presbítero da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, que, expulso do mosteiro pelos irmãos de religião, consta que morreu entre os Irmãos Menores do convento do monte Carnério.

9*.   Em York, na Inglaterra, os beatos mártires João Rochester e Jaime Walwort, presbíteros e monges da Cartuxa de Londres, que, no reinado de Henrique VIII, por causa da sua perseverança na fidelidade à Igreja, foram suspensos com cadeias nas ameias da cidade até à morte.

10.          Em Nápoles, na Campânia, região da Itália, São Francisco de Jerónimo, presbítero da Companhia de Jesus, que se consagrou durante muito tempo às missões populares e ao cuidado pastoral dos abandonados.

11.   Em Cágliari, na Sardenha, Santo Inácio de Láconi, religioso da Ordem dos Irmãos Menores Capuchinhos, que pelas praças da cidade e estalagens do porto, pedia incansavelmente esmolas para socorrer as misérias dos pobres.

12.   Em Saigão, na Cochinchina, actualmente no Vietnam, São Mateus Lê Van Gam, mártir, que, por ter levado na sua barca para aquela região os missionários provenientes da Europa, foi preso e, depois de passar um ano no cárcere, por decreto do imperador Thieu Tri foi degolado.

13♦.        Em Roma, o Beato Zeferino Namuncurá, indígena araucano da Argentina, aspirante ao sacerdócio.