Liturgia diária

Agenda litúrgica

2017-05-23

TERÇA-FEIRA da semana VI

Branco – Ofício da féria.
Missa da féria, pf. pascal.

L 1 Act 16, 22-34; Sal 137 (138), 1-2a. 2bc-3. 7c-8
Ev Jo 16, 5-11

* Na Diocese de Angra – S. Rita de Cássia – MO
* Na Ordem de São Domingos (Porto) – Aniversário da Dedicação da igreja de Cristo-Rei – SOLENIDADE
* Na Congregação da Missão e na Companhia das Filhas da Caridade – S. Joana Antida Thouret, virgem – MF
* Na Congregação Salesiana e no Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora – I Vésp. de Nossa Senhora Auxiliadora.

 

 

Martirológio

1.   Em Cartago, na actual Tunísia, os santos Lúcio, Montano, Julião, Vitorico, Vítor e Donaciano, mártires, que, no tempo do imperador Valeriano, por confessarem a religião e a fé que aprenderam de São Cipriano, consumaram o martírio.

2.   Comemoração dos santos mártires da Capadócia, hoje na Turquia, que, durante a perseguição do imperador Maximiano, morreram ao serem-lhes quebradas as pernas.

3.   Comemoração dos santos mártires da Mesopotâmia, que, no mesmo tempo, suspensos com os pés para cima e a cabeça para baixo, foram sufocados pelo fumo e queimados a fogo lento.

4.   Em Nápoles, na Campânia, região da Itália, Santo Efebo, bispo, que governou santissimamente e serviu fielmente o povo de Deus.

5.   Em Langres, na Gália Lionense, na actual França, a paixão de São Desidério, bispo, que, segundo a tradição, ao ver como o seu povo era oprimido pelos Vândalos, foi ao encontro do rei vândalo para suplicar pelo povo; mas, por ordem do rei foi imediatamente degolado, oferecendo-se assim voluntariamente pelo rebanho que lhe estava confiado.

6.   No território de Nórcia, na Úmbria, região da Itália, Santo Eutíquio, abade, que, segundo narra o papa São Gregório Magno, praticou vida solitária juntamente com São Florêncio, conduziu muitos a Deus com a sua exortação e depois governou santamente o mosteiro próximo.

7.   Também em Nórcia, Santo Esperança ou Exuperâncio, abade, que durante quarenta anos suportou a cegueira com admirável paciência.

8*.   Em Subiaco, no Lácio, também região da Itália, a comemoração de Santo Honorato, abade, que presidiu ao cenóbio onde antes vivera São Bento.

9*.   Em Nice, na Provença, região da actual França, São Siágrio, bispo, que edificou um mosteiro junto do túmulo de São Pôncio.

10.   Em Sínada, na Frígia, hoje Cifitkasaba, na Turquia, São Miguel, bispo, homem pacífico, que promoveu a paz e a concórdia entre os Gregos e os Latinos; mas, exilado por causa do culto das sagradas imagens, morreu longe da sua pátria.

11*.   Em Gembloux, no território de Liège, na Lotaríngia, hoje na Bélgica, o sepultamento de São Guiberto, monge, que, abandonando a carreira militar e abraçando a vida monástica, construiu um mosteiro nas terras da sua herança, seguindo ele a vida monástica em Gorze, na Lotaríngia.

12.   Em Roma, São João Baptista de Róssi, presbítero, que acolheu todo o género de indigentes e abandonados e lhes ensinou a sagrada doutrina.

13*.   Em Witowo, na Polónia, os beatos José Kurzawa e Vicente Matuszewski, presbíteros e mártires, que, durante a ocupação da sua pátria por uma potência estrangeira, foram mortos pelos inimigos da Igreja.