Liturgia diária

Agenda litúrgica

2017-06-30

SEXTA-FEIRA da semana XII

Primeiros Santos Mártires da Igreja de Roma – MF
Verde ou verm. – Ofício da féria ou da memória.
Missa à escolha (cf. p. 18, n. 18).

L 1 Gen 17, 1. 9-10. 15-22; Sal 127 (128), 1-2. 3. 4-5
Ev Mt 8, 1-4

* Na Diocese de Angra – Aniversário da Ordenação episcopal de D. António de Sousa Braga, Bispo Emérito de Angra (1996).
* Na Ordem Franciscana (III Ordem) – B. Raimundo Lullo, mártir, da III Ordem – MF
* Na Congregação do Santíssimo Redentor – B. Januário Sarnelli, presbítero – MO
* Nas Congregações e Institutos da Família Paulista – S. Paulo, Apóstolo, patrono da Família Paulista, titular da Sociedade São Paulo e das Filhas de São Paulo – SOLENIDADE
* Na Congregação das Irmãs Missionárias do Precioso Sangue e na Congregação dos Missionários do Preciosíssimo Sangue – I Vésp. do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

 

Missa

 

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 27, 8-9
O Senhor é a força do seu povo,
o baluarte salvador do seu Ungido.
Salvai o vosso povo, Senhor, abençoai a vossa herança,
sede o seu pastor e guia através dos tempos.


ORAÇÃO COLECTA
Senhor, fazei-nos viver a cada instante
no temor e no amor do vosso Santo nome,
porque nunca a vossa providência abandona
aqueles que formais solidamente no vosso amor.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I (anos ímpares) Gen 17, 1.9-10.15-22
«Todo o homem será circuncidado, como sinal da aliança.
Sara dará à luz um filho»

Deus estabelece com Abraão uma aliança. É este um dos momentos maiores da história da salvação. A circuncisão foi o sinal da aliança com Abraão. Esta aliança já vem de trás, e há-de atingir o seu ponto culminante e definitivo na Páscoa de Jesus. S. Paulo dirá que, para os cristãos, o Baptismo é a sua circuncisão, que realiza a libertação do homem velho, o homem do pecado, para fazer dele o homem novo, à imagem de Cristo, o Ressuscitado de entre os mortos.

Leitura do Livro do Génesis
Quando Abraão tinha noventa e nove anos de idade, o Senhor apareceu-lhe e disse-lhe: «Eu sou o Deus todo-poderoso. Anda na minha presença e sê perfeito». Deus disse ainda a Abraão: «Guardarás a minha aliança, tu e a tua descendência, de geração em geração. Esta é a aliança que estabeleço contigo e com os teus descendentes e que deveis observar: todos os homens serão circuncidados». Deus disse a Abraão: «A Sarai, tua esposa, nunca mais lhe chamarás Sarai; o seu nome é Sara. Eu a abençoarei e por ela te darei um filho. Eu a abençoarei e ela dará origem a nações; dela sairão reis de povos». Abraão prostrou-se com o rosto em terra e começou a rir, dizendo: «Como pode nascer um filho a um homem de cem anos? Como pode Sara aos noventa anos ser mãe?». Abraão disse a Deus: «Ao menos viva Ismael na vossa presença». Mas Deus respondeu-lhe: «Não é isso. Sara, tua esposa, dar-te-á um filho e tu lhe porás o nome de Isaac. Estabelecerei com ele a minha aliança, como aliança perpétua com a sua descendência. Quanto a Ismael, também te ouvi: Eu o abençoarei e tornarei fecundo e o farei multiplicar-se sem medida. Será pai de doze chefes e farei dele um grande povo. Mas estabelecerei a minha aliança com Isaac, que Sara dará à luz, por este mesmo tempo, no próximo ano». Quando acabou de falar, Deus retirou-se de junto de Abraão.
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 127 (128), 1-2.3.4-5 (R. 4)
Refrão: Será abençoado o homem que teme o Senhor. Repete-se

Feliz de ti, que temes o Senhor
e andas nos seus caminhos.
Comerás do trabalho das tuas mãos,
serás feliz e tudo te correrá bem. Refrão

Tua esposa será como videira fecunda
no íntimo do teu lar;
teus filhos serão como ramos de oliveira
ao redor da tua mesa. Refrão

Assim será abençoado o homem que teme o Senhor.
De Sião te abençoe o Senhor:
vejas a prosperidade de Jerusalém
todos os dias da tua vida. Refrão


ALELUIA Mt 8, 17
Refrão: Aleluia Repete-se
Cristo suportou as nossas enfermidades
e tomou sobre Si as nossas dores. Refrão


EVANGELHO Mt 8, 1-4
«Se quiseres, podes curar-me»

Ao curar o leproso, Jesus manifesta-Se como Senhor da vida e da morte, cheio de compaixão para com os que sofrem, e ainda como Aquele que reconduz os homens à comunhão na unidade do povo de Deus. Tudo o que por fora acontecer é sinal do que acontece por dentro. A simplicidade que envolve este milagre de Jesus manifesta, por um lado, o poder da palavra do Senhor e, por outro, a força da fé do homem que O invocava.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Ao descer Jesus do monte, seguia-O uma grande multidão. Veio então prostrar-se diante d’Ele um leproso, que Lhe disse: «Senhor, se quiseres, podes curar-me». Jesus estendeu a mão e tocou-o, dizendo: «Eu quero: fica curado». E imediatamente ficou curado da lepra. Disse-lhe Jesus: «Não digas nada a ninguém; mas vai mostrar-te ao sacerdote e apresenta a oferta que Moisés ordenou, para que lhes sirva de testemunho».
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Por este sacrifício de reconciliação e de louvor,
purificai, Senhor, os nossos corações,
para que se tornem uma oblação agradável a vossos olhos.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 144, 15
Os olhos de todos esperam em Vós, Senhor,
e a seu tempo lhes dais o alimento.

Ou Jo 10, 11.15
Eu sou o Bom Pastor
e dou a vida pelas minhas ovelhas, diz o Senhor.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Senhor, que nos renovastes
pela comunhão do Corpo e do Sangue de Cristo,
fazei que a participação nestes mistérios
nos alcance a plenitude da redenção.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

Santo

OS PRIMEIROS SANTOS MÁRTIRES DA IGREJA DE ROMA

 

 

Martirológio

Os santos protomártires da Santa Igreja Romana, que, acusados de provocar o incêndio da Urbe, por ordem do imperador Nero foram cruelmente mortos com vários suplícios: uns foram expostos aos cães cobertos com peles de animais e por eles devorados; outros crucificados e outros lançados ao fogo, para que, ao declinar o dia, servissem de lâmpadas nocturnas. Todos eles eram discípulos dos Apóstolos e primícias dos mártires que a Igreja Romana ofereceu ao Senhor.

 

2.   Em Alexandria, no Egipto, São Basílides, que, no tempo do imperador Septímio Severo, tendo procurado proteger dos insultos de homens impudicos a virgem Santa Potamiena que ele conduzia ao suplício, recebeu dela a recompensa deste piedoso ofício: graças às suas preces, converteu-se a Cristo e, após um breve combate, também ele foi mártir glorioso.

3.   Em Limoges, na Aquitânia, território da actual França, São Marcial, bispo.

4*.   Em Le Mans, na Nêustria, hoje na França, São Bertrano ou Berticrano, bispo, pastor pacífico e dedicado aos pobres e aos monges.

5*.   Em Salzburgo, na Baviera, actualmente na Áustria, Santa Erentrudes, primeira abadessa do mosteiro de Nonnberg e sobrinha de São Ruperto, a quem ajudou na evangelização com obras e orações.

6.   Em Salanigo, perto de Vicenza, na Itália, São Teobaldo, presbítero e eremita, que, nascido dos condes de Champagne, nobres da França, juntamente com seu amigo Gualter, por amor de Cristo renunciou às honras e riquezas e preferiu as peregrinações, a pobreza e a solidão.

7.   Em Nyitra, junto ao rio Vag, nos montes Cárpatos, na actual Eslováquia, o passamento de São Ladislau, rei da Hungria, que restabeleceu no seu reino as leis cristãs introduzidas por Santo Estêvão, reformando os costumes e dando ele próprio exemplo de grande virtude. Na Croácia, unida ao reino húngaro, trabalhou intensamente para a propagação da fé cristã e estabeleceu a sede episcopal de Zagreb. Morreu quando se preparava para a guerra com os Boémios e o seu corpo foi depois sepultado em Oradea, na Transilvânia, região da actual Roménia.

8.   Em Bamberg, na Francónia, na hodierna Alemanha, Santo Otão, bispo, que evangelizou com grande zelo os Pomeranos.

9*.   Em Osnabrück, na Saxónia, também na actual Alemanha, Santo Adolfo, bispo, que acolheu no mosteiro de Altencamp a observância cisterciense.

10*.   Em Londres, na Inglaterra, o Beato Filipe Powell, presbítero da Ordem de São Bento e mártir, natural do País de Gales, que, no reinado de Carlos I, capturado num barco que se dirigia para a Inglaterra, por ser sacerdote foi conduzido ao patíbulo de Tyburn.

11*.   Em Nápoles, na Campânia, região da Itália, o Beato Januário Maria Sarnélli, presbítero da Congregação do Santíssimo Redentor, que se dedicou ardorosamente à assistência de todo o género de necessitados.

12.   Em Hai Duong, cidade do Tonquim, hoje no Vietnam, São Vicente Do Yen, presbítero da Ordem dos Pregadores e mártir, que, no tempo do imperador Minh Mang, morreu degolado em ódio à fé cristã.

13.   No território de Chendun, junto de Jiaohe, no Hebei, província da China, os santos Raimundo Li Quanzhen e Pedro Li Quanhui, mártires, que, sendo irmãos, durante a perseguição movida pelos sequazes da seita «Yihetuan» deram glorioso testemunho de Cristo: um deles, conduzido ao templo dos gentios, recusou prestar culto aos falsos deuses e morreu flagelado; o outro foi assassinado com semelhante crueldade.

14*.   Em L’viv, na Ucrânia, a comemoração do Beato Zenão Kovalyk, presbítero da Congregação do Santíssimo Redentor e mártir, que, no tempo dum regime hostil a Deus, em dia incerto deste mês mereceu receber a coroa de glória.

15*.   Em Winnipeg, na província de Minitoba, no Canadá, o Beato Basílio Velyckovskyj, bispo da Igreja greco-católica da Ucrânia, que, por exercer clandestinamente o ministério entre os cristãos católicos do Rito Bizantino, foi cruelmente atormentado na sua pátria pelos perseguidores da fé e, associado ao sacrifício de Cristo, morreu no exílio.