Liturgia diária

Agenda litúrgica

2017-09-29

SEXTA-FEIRA da semana XXV

S. Miguel, S. Gabriel e S. Rafael, Arcanjos – FESTA
Branco – Ofício da festa. Te Deum.
Missa própria, Glória, pf. dos Anjos.

L 1 Dan 7, 9-10. 13-14 ou Ap 12, 7-12a; Sal 137, 1-2a. 2b-3. 4-5
Ev Jo 1, 47-51

* Proibidas as Missas de defuntos, excepto a exequial.
* Aniversário da Ordenação episcopal de D. António Vitalino Fernandes Dantas, Bispo Emérito de Beja (1996).
* Na Diocese de Portalegre-Castelo Branco – S. Miguel, Titular da Igreja Concatedral de Castelo Branco – SOLENIDADE
* Na Ordem Beneditina – S. Miguel e todos os Santos Anjos – FESTA
* Na Congregação dos Missionários do Coração de Maria – S. Miguel e todos os Anjos – FESTA

 

 

Santo

S. MIGUEL, S. GABRIEL e S. RAFAEL, Arcanjos

 

 

Martirológio

Festa dos santos Miguel, Gabriel e Rafael, arcanjos. No dia da dedicação da basílica de São Miguel, antigamente edificada na Via Salária, a seis milhas da cidade de Roma, celebram-se juntamente os três arcanjos, cujas missões singulares são reveladas na Sagrada Escritura e que, servindo a Deus dia e noite e contemplando o seu rosto, incessantemente O glorificam.

 

2.   Em Perinto, mais tarde chamada Heracleia, na Trácia, na actual Turquia, Santo Eutíquio, bispo e mártir.

3.   Em Valeroctista, hoje Etchmiadzin, na Arménia, as santas Rípsimes, Gaiana e companheiras, mártires.

4.   Em Auxerre, na Gália Lionense, na actual França, São Fraterno, bispo.

5.   Na Palestina, São Ciríaco, anacoreta, que habitou durante quase noventa anos em cavernas numa vida austeríssima e foi exemplo admirável para os anacoretas e defensor da verdadeira fé contra os origenistas.

6*.   Em Mettlach, nas margens do rio Saar, na Renânia, actualmente na Alemanha, o sepultamento de São Ludovino, bispo de Tréveris, que fundou o mosteiro deste lugar e morreu em Reims.

7*.   Na ilha de Ufnau, junto ao lago de Zurique, no território dos Helvécios, actualmente na Suíça, Santo Adelrico, presbítero e eremita.

8*.   Na Bretanha Menor, região da França, São Maurício, abade do mosteiro cisterciense de Langonet e posteriormente do mosteiro de Carnoet, por ele fundado, onde morreu com fama de santidade.

9*.   No mosteiro cisterciense de Longpont, também na França, o Beato João de Montmirail, que deixou a sua profissão de nobre cavaleiro para se tornar humilde monge.

10*.   Em Vannes, no litoral da Bretanha Menor, região da França, o Beato Carlos de Blois, homem piedoso, manso e humilde, que, sendo duque da Bretanha, desejava entrar na Ordem dos Frades Menores, mas, constrangido a reivindicar o principado contra um adversário, suportou com firmeza de ânimo as tribulações de um longo cativeiro e foi morto em combate junto de Auray.

11*.   Em Roma, o Beato Nicolau de Furca Palena, presbítero da Ordem dos Eremitas de São Jerónimo, que fundou no monte Janículo o mosteiro de Santo Onofre, onde, já centenário, descansou no Senhor.

12*.   Em L’viv, na Ucrânia, São João de Dukla, presbítero da Ordem dos Menores, que viveu uma vida oculta e ascética, segundo os costumes dos Observantes, fervorosamente dedicado ao ministério pastoral das almas e à unidade dos cristãos.

13*.   Em Nagasáki, no Japão, a paixão dos santos mártires Miguel de Aoxaraza, Guilherme Courtet, Vicente Shiwozuka, presbíteros da Ordem dos Pregadores, Lázaro de Kioto e Lourenço de Manila Ruiz, pais de família, que, encarcerados durante mais de um ano por serem cristãos, sofreram o suplício da cruz e depois foram degolados. A sua memória, juntamente com a dos seus companheiros, celebra-se no dia precedente.

14.   Em Ossernenon, no território do Canadá, a paixão de São Renato Goupil, mártir, um médico que era colaborador de Santo Isaac Jogues e foi assassinado a golpes de machado por um nativo.

15*.   Em Gilet, localidade próxima de Valência, na Espanha, o Beato Jaime Mestre Iborra, presbítero da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos e mártir, que, durante a perseguição religiosa, derramou o seu sangue por Cristo.

16*.   Em Valência, cidade da Espanha, os beatos mártires Paulo Bori Puig, presbítero, e Vicente Sales Genovês, religioso, ambos da Companhia de Jesus, que travaram o glorioso combate por Cristo.

17*.   Em Picadero de Paterna, localidade da província de Valência, o Beato Dario Hernández Morató, presbítero da Companhia de Jesus e mártir, que na mesma perseguição religiosa entregou a sua alma a Deus.

18*.   Em Lérida, também na Espanha, o Beato Francisco de Paula Castelló i Aleu, mártir, que, condenado na mesma perseguição religiosa, enfrentou a morte por Cristo com ânimo sereno e grande fortaleza.

19♦.   Em Madrid, também na Espanha, os beatos José Villanova Tormo, presbítero e Francisco Edreira Mosquera, religioso, ambos da Sociedade Salesiana e mártires, assassinados em ódio à fé cristã na mesma perseguição.

20♦.   Em Milão, na Itália, o Beato Luís Monza, presbítero da diocese de Milão, fundador das Pequenas Apóstolas da Caridade.