Liturgia diária

Agenda litúrgica

2018-01-23

TERÇA-FEIRA da semana III

Verde – Ofício da féria.
Missa à escolha (cf. p. 18, n. 18).

L 1 2 Sam 6, 12b-15. 17-19; Sal 23 (24), 7. 8. 9. 10
Ev Mc 3, 31-35

* Na Ordem Agostiniana – B. Josefa Maria de Benigánim, virgem – MO
* 6º dia do Oitavário de Orações pela Unidade dos Cristãos.
* Na Ordem da Visitação de Santa Maria – I Vésp. de S. Francisco de Sales.

 

Missa

 

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 95, 1.6
Cantai ao Senhor um cântico novo,
cantai ao Senhor, terra inteira.
Glória e poder na sua presença,
esplendor e majestade no seu templo.


ORAÇÃO COLECTA
Deus todo-poderoso e eterno,
dirigi a nossa vida segundo a vossa vontade,
para que mereçamos produzir abundantes frutos de boas obras,
em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I 2 Sam 6, 12b-15.17-19
«David e toda a casa de Israel
transportaram a arca do Senhor, com brados de alegria»

Uma vez conquistada a cidade de Jerusalém, David faz dela a capital e introduz na cidade a arca da Aliança, sinal da presença de Deus no meio do povo. A arca é conduzida em procissão solene, na qual a repetição dos sacrifícios, as aclamações da multidão e a dança ritual do rei manifestam o sentido religioso, sempre presente no centro da vida daquele povo.

Leitura do Segundo Livro de Samuel
Naqueles dias, David foi buscar a arca de Deus a casa de Obed-Edom e trouxe-a para a «Cidade de David» entre manifestações de alegria. Quando os que levavam a arca do Senhor deram seis passos, imolou um boi e um vitelo cevado. David, cingido de humeral de linho, dançava com todo o entusiasmo diante do Senhor. Assim David e toda a casa de Israel transportaram a arca do Senhor, com brados de alegria e ao som da trombeta. Introduziram a arca do Senhor e colocaram-na no seu lugar, no meio da tenda que David mandara construir para ela. Depois David ofereceu holocaustos e sacrifícios de comunhão na presença do Senhor. Quando acabou de oferecer os holocaustos e os sacrifícios, David abençoou o povo em nome do Senhor do Universo. Mandou então distribuir a todo o povo, a toda a multidão de Israel, homens e mulheres, uma fogaça de pão, um pedaço de carne e um bolo de uvas. E em seguida todo o povo se retirou, cada um para sua casa.
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 23 (24), 7.8.9.10 (R. cf. 8a)
Refrão: O Senhor é o Rei da glória. Repete-se

Levantai, ó portas, os vossos umbrais,
alteai-vos, pórticos antigos,
e entrará o Rei da glória. Refrão

Quem é esse Rei da glória?
O Senhor forte e poderoso,
o Senhor poderoso nas batalhas. Refrão

Levantai, ó portas, os vossos umbrais,
alteai-vos, pórticos antigos,
e entrará o Rei da glória. Refrão

Quem é esse Rei da glória?
O Senhor dos Exércitos,
é Ele o Rei da glória. Refrão

ALELUIA cf. Mt 11, 25
Refrão: Aleluia. Repete-se

Bendito sejais, ó Pai, Senhor do céu e da terra,
porque revelastes aos pequeninos
os mistérios do reino. Refrão


EVANGELHO Mc 3, 31-35
«Quem fizer a vontade de Deus
esse é meu irmão, minha irmã e minha Mãe»

Nem a família de Jesus parece ter, a princípio, compreendido, em toda a profundidade, a sua pessoa e a sua missão. Mas Jesus, sem negar em nada os laços do sangue, proclama a profundidade ainda maior do parentesco espiritual, fruto da comunhão com a vontade de Deus. Por esta comunhão espiritual todos são chamados a entrar na família do Senhor.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
Naquele tempo, chegaram à casa onde estava Jesus, sua Mãe e seus irmãos, que, ficando fora, O mandaram chamar. A multidão estava sentada em volta d’Ele, quando Lhe disseram: «Tua Mãe e teus irmãos estão lá fora à tua procura». Mas Jesus respondeu-lhes: «Quem é minha Mãe e meus irmãos?» E, olhando para aqueles que estavam à sua volta, disse: «Eis minha Mãe e meus irmãos. Quem fizer a vontade de Deus esse é meu irmão, minha irmã e minha Mãe».
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Aceitai benignamente, Senhor,
e santificai os nossos dons,
a fim de que se tornem para nós fonte de salvação.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 33, 6
Voltai-vos para o Senhor e sereis iluminados,
o vosso rosto não será confundido.

Ou Jo 8, 12
Eu sou a luz do mundo, diz o Senhor.
Quem Me segue não anda nas trevas,
mas terá a luz da vida.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Deus omnipotente, nós Vos pedimos
que, tendo sido vivificados pela vossa graça,
nos alegremos sempre nestes dons sagrados.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

Martirológio

1.   Em Cesareia da Mauritânia, hoje Cherchell, na Argélia, os santos mártires Severiano e Áquila, cônjuges, que morreram queimados no fogo.

2.   Em Roma, no cemitério Maior, junto à Via Nomentana, Santa Emerenciana, mártir.

3.   Em Ancara, cidade da Galácia, na actual Turquia, os santos Clemente, bispo, e Agatângelo, mártires.

4*.   Em Teano, na Campânia, região da Itália, a comemoração de Santo Amásio, bispo.

5.   Em Toledo, na Espanha, Santo Ildefonso, bispo, que foi monge e prior de um cenóbio e depois eleito para o episcopado; escreveu numerosos livros de eminente linguagem, compôs insignes preces litúrgicas e venerou com admirável zelo e piedade a sempre Virgem Maria, Mãe de Deus.

6*.   Em Dampierre, no território de Besançon, na Borgonha, actualmente na França, São Mainbodo, natural da Irlanda, que se fez peregrino e eremita e, segundo a tradição, foi morto por ladrões.

7.   Em Seul, na Coreia, Santo André Chong (Tyong) Hwa-gyong, catequista e mártir, que, prestando auxílio ao santo bispo Lourenço Imbert, fez da sua casa refúgio para os cristãos e por isso foi cruelmente flagelado e finalmente enforcado no cárcere.