Liturgia diária

Agenda litúrgica

2018-10-20

SÁBADO da semana XXVIII

Santa Maria no Sábado – MF
Verde ou br. – Ofício da féria ou da memória.
Missa à escolha (cf. p. 18, n. 18).

L 1 Ef 1, 15-23; Sal 8, 2-3ab. 4-5. 6-7
Ev Lc 12, 8-12

* Na Ordem Agostiniana – S. Madalena de Nagasaki, virgem e mártir – MO
* Na Ordem Franciscana (III Ordem) – B. Contardo Ferrini, da III Ordem – MF
* Na Congregação dos Sagrados Corações – S. Caprásio, mártir – MF
* Na Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor – Ofício e Missa votivos do Sagrado Coração de Jesus.
* Na Congregação dos Missionários do Preciosíssimo Sangue – I Vésp. de S. Gaspar del Búfalo.
* Nas Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor – I Vésp. do Santíssimo Redentor.
* I Vésp. do domingo – Compl. dep. I Vésp. dom.

 

Missa

 

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 129, 3-4
Se tiverdes em conta as nossas faltas,
Senhor, quem poderá salvar-se?
Mas em Vós está o perdão, Senhor Deus de Israel.


ORAÇÃO COLECTA
Nós Vos pedimos, Senhor, que a vossa graça
preceda e acompanhe sempre as nossas acções
e nos torne cada vez mais atentos
à prática das boas obras.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I (anos pares) Ef 1, 15-23
«Estabeleceu-O acima de todas as coisas,
como Cabeça de toda a Igreja, que é o seu Corpo»

O hino, que servia de introdução a esta epístola, e que foi lido há dois dias, desabrocha, hoje, nesta quase oração, em que São Paulo pede para os cristãos a luz para que eles possam reconhecer o desígnio de Deus a seu respeito: fazer de todos um só Corpo, com Cristo ressuscitado como Cabeça. É afinal este o sentido último da Igreja de Cristo.

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Efésios
Irmãos: Tendo ouvido falar da vossa fé no Senhor Jesus e da vossa caridade para com todos os cristãos, não cesso de dar graças por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações. O Deus de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos conceda um espírito de sabedoria e de revelação para O conhecerdes plenamente. Ele ilumine os olhos do vosso coração, para compreenderdes a esperança a que fostes chamados, os tesouros de glória da sua herança entre os santos e a incomensurável grandeza do seu poder para nós os crentes. Assim o mostra a eficácia da poderosa força que exerceu em Cristo, que Ele ressuscitou dos mortos e colocou à sua direita nos Céus, acima de todo o Principado, Poder, Virtude e Soberania, acima de todo o nome que é pronunciado, não só neste mundo, mas também no mundo que há-de vir. Tudo submeteu aos seus pés e pô-l’O acima de todas as coisas como Cabeça de toda a Igreja, que é o seu Corpo, a plenitude d’Aquele que preenche tudo em todos.
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 8, 2-3ab.4-5.6-7 (R. cf. 7)
Refrão: Destes poder ao vosso Filho
sobre a obra das vossas mãos. Repete-se

Como é admirável, Senhor,
o vosso nome em toda a terra!
A vossa majestade está acima dos céus.
Da boca das crianças e meninos de peito
sai um louvor que confunde os vossos adversários. Refrão

Quando contemplo os céus, obra das vossas mãos,
a lua e as estrelas que lá colocastes,
Que é o homem para que Vos lembreis dele,
o filho do homem para dele Vos ocupardes? Refrão

Fizestes dele quase um ser divino,
de honra e glória o coroastes;
destes-lhe poder sobre a obra das vossas mãos,
tudo submetestes a seus pés. Refrão


ALELUIA Jo 15, 26b.27a
Refrão: Aleluia. Repete-se
O Espírito da verdade dará testemunho de Mim,
diz o Senhor,
e vós também dareis testemunho. Refrão


EVANGELHO Lc 12, 8-12
«O Espírito Santo vos ensinará naquele momento
o que haveis de dizer»

Ainda na continuação da leitura de ontem, o Senhor faz hoje aos seus discípulos algumas recomendações em ordem sobretudo aos momentos de perseguição. A fé dos cristãos há-de levá-los a proclamarem esta mesma fé, sobretudo nos momentos mais críticos; mas é sobretudo então que o Espírito em nós actua e por nós fala. Não seria, de facto, com simples argumentos humanos que conseguiríamos responder aos opositores do Evangelho.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «A todo aquele que Me tiver reconhecido diante dos homens também o Filho do homem o reconhecerá diante dos Anjos de Deus. Mas quem Me tiver negado diante dos homens será negado diante dos Anjos de Deus. E todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem será perdoado; mas quem tiver blasfemado contra o Espírito Santo não será perdoado. Quando vos levarem às sinagogas, aos magistrados e às autoridades, não vos preocupeis com o que haveis de responder nem com o que haveis de dizer em vossa defesa. O Espírito Santo vos ensinará naquela hora o que haveis de dizer».
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Aceitai, Senhor,
as orações e as ofertas dos vossos fiéis
e fazei que esta celebração sagrada
nos encaminhe para a glória do Céu.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 33, 11
Os ricos empobrecem e passam fome;
mas nada falta aos que procuram o Senhor.

Ou cf. 1 Jo 3, 2
Quando o Senhor Se manifestar,
seremos semelhantes a Ele,
porque O veremos na sua glória.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Deus de infinita bondade,
que nos alimentais com o Corpo e o Sangue do vosso Filho,
tornai-nos também participantes da sua natureza divina.
Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

Martirológio

1.   Comemoração de São Cornélio, centurião, que, em Cesareia da Palestina, foi baptizado por São Pedro, como primícias da Igreja dos gentios.

2.   Em Agen, na Aquitânia, actualmente na França, São Caprásio, mártir.

3.       Em Aussonce, no território de Reims, na Nêustria, também na actual França, São Sindolfo, eremita, que seguiu a vida solitária, somente conhecido por Deus.

4*.     Em Salzburgo, na Baviera, hoje na Áustria, São Vital, bispo, que, originário da Irlanda, foi discípulo de São Ruperto, companheiro nas suas viagens e imitador dos seus trabalhos e vigílias; escolhido por ele como seu sucessor, converteu à fé de Cristo a população de Pinsgau.

5.       Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, Santo André chamado «in Crisi» ouCalabita”, monge e mártir, o qual, nascido na ilha de Creta, por defender o culto das santas imagens, no tempo do imperador Constantino Coprónimo foi repetidamente flagelado e torturado até à morte e finalmente precipitado do alto da muralha da cidade.

6*.     Em Troyes, junto ao rio Sena, na França, Santo Aderaldo, arcediago, que ilustrou a Regra canonical com as suas palavras e o seu exemplo, mesmo quando era prisioneiro dos Sarracenos na Terra Santa.

7*.     Em Savigny, na Normandia, também na França, Santa Adelina, primeira abadessa do mosteiro de Mortain, que fundou com a ajuda de seu irmão São Vital.

8*.     Em L’viv, na Ruténia, na actual Ucrânia, o Beato Tiago Strepa, bispo de Halic, da Ordem dos Menores, ilustre pela sua solicitude pastoral e virtudes apostólicas.

9.       Em Treviso, na Itália, Santa Maria Bertila (Ana Francisca Boscardin), virgem da Congregação das Irmãs de Santa Doroteia dos Sagrados Corações, que num hospital velou solicitamente pela saúde corporal e espiritual dos enfermos.

10*.   Em Viena, na Áustria, o Beato Tiago Kern (Francisco Alexandre Kern), presbítero da Ordem Premonstratense, que, ainda aluno seminarista, mobilizado durante a primeira guerra mundial, foi ferido em combate; depois entregou-se com grande solicitude ao ministério pastoral, que exerceu por breve tempo; efectivamente, afectado por uma longa e penosa enfermidade, suportou-a com grande fortaleza de ânimo, aceitando serenamente a vontade de Deus.