Liturgia diária

Agenda litúrgica

2018-04-14

SÁBADO da semana II

Branco – Ofício da féria.
Missa da féria, pf. pascal.

L 1 Act 6, 1-7; Sal 32 (33), 1-2. 4-5. 18-19
Ev Jo 6, 16-21

* I Vésp. do domingo – Compl. dep. I Vésp. dom.

 

Missa

 

ANTÍFONA DE ENTRADA 1 Pedro 2, 9
Povo resgatado, proclamai as maravilhas do Senhor,
que vos chamou das trevas para a sua luz admirável. Aleluia.


ORAÇÃO COLECTA
Senhor nosso Deus, que nos enviastes o Salvador e nos fizestes vossos filhos adoptivos, atendei com paternal bondade as nossas súplicas e concedei que, pela nossa fé em Cristo, alcancemos a verdadeira liberdade e a herança eterna. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I Actos 6, 1-7
«Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo ...»

Começa a sentir-se, desde hoje, a necessidade de certa organização na comunidade dos cristãos. Os Apóstolos criam um grupo de sete para o serviço de assistência caritativa. São chamados “diáconos”, isto é, “ministros”, “servos”. A Igreja não descansa unicamente nos seus chefes: é toda ela uma comunidade viva. Estes “diáconos” não são ainda os futuros diáconos da hierarquia cristã, mas desempenham já alguns dos serviços que serão próprios dos futuros diáconos. Outros ministérios irão aparecer no futuro.

Leitura dos Actos dos Apóstolos
Naqueles dias, aumentando o número dos discípulos, os helenistas começaram a murmurar contra os hebreus, porque no serviço diário não se fazia caso das suas viúvas. Então os Doze convocaram a assembleia dos discípulos e disseram: «Não convém que deixemos de pregar a palavra de Deus, para servirmos às mesas. Escolhei entre vós, irmãos, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, para lhes confiarmos esse cargo. Quanto a nós, vamos dedicar-nos à oração e ao ministério da palavra». A proposta agradou a toda a assembleia; e escolheram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Parmenas e Nicolau, prosélito de Antioquia. Apresentaram-nos aos Apóstolos e estes oraram e impuseram as mãos sobre eles. A palavra de Deus ia-se divulgando cada vez mais; o número dos discípulos aumentava consideravelmente em Jerusalém e também obedecia à fé grande número de sacerdotes.
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 32 (33), 1-2.4-5.18-19 (R. 22)
Refrão: Esperamos, Senhor, na vossa misericórdia. Repete-se
Ou: Venha sobre nós a vossa bondade, porque em Vós esperamos, Senhor. Repete-se
Ou: Aleluia. Repete-se

Justos, aclamai o Senhor,
os corações rectos devem louvá-l’O.
Louvai o Senhor com a cítara,
cantai-Lhe salmos ao som da harpa. Refrão

A palavra do Senhor é recta,
da fidelidade nascem as suas obras.
Ele ama a justiça e a rectidão:
a terra está cheia da bondade do Senhor. Refrão

Os olhos do Senhor estão voltados
para os que O temem,
para os que esperam na sua bondade,
para libertar da morte as suas almas
e os alimentar no tempo da fome. Refrão


ALELUIA
Refrão: Aleluia Repete-se

Ressuscitou Jesus Cristo, que criou o universo
e Se compadeceu do género humano. Refrão


EVANGELHO Jo 6, 16-21
«Viram Jesus caminhando sobre o mar»

A cena aqui narrada passa-se depois da morte do Senhor Jesus. Andando sobre as ondas, Jesus cria nos seus interrogações sobre a sua pessoa; assim mais facilmente eles irão descobrindo a sua origem divina, que Ele próprio mais claramente manifesta ao aplicar a Si o nome divino revelado a Moisés: “Eu sou”; Ao lado da palavra, as acções que encarnam a palavra e como que lhe dão credibilidade. Assim serão as acções da liturgia: a palavra e o rito. Deste modo, ficamos desde hoje preparados para o grande discurso do Senhor, na próxima semana, sobre o Pão da Vida.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
Ao cair da tarde, os discípulos de Jesus desceram até junto do mar, subiram para um barco e seguiram para a outra margem, em direcção a Cafarnaum. Já fazia escuro e Jesus ainda não tinha ido ter com eles. Como o vento soprava forte, o mar ia-se encrespando. Tendo eles remado duas e meia a três milhas, viram Jesus aproximar-Se do barco, caminhando sobre o mar e tiveram medo. Mas Jesus disse-lhes: «Sou Eu. Não temais». Quiseram então recebê-l’O no barco mas logo o barco chegou à terra para onde se dirigiam.
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Santificai, Senhor, estes dons que Vos oferecemos como sacrifício espiritual, e fazei de nós mesmos uma oblação eterna para vossa glória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Prefácio pascal


ANTÍFONA DA COMUNHÃO cf. Jo 17, 24
Eu quero, ó Pai, que estejam sempre comigo aqueles que Me deste, para que vejam a minha glória. Aleluia.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Depois de recebermos estes dons sagrados, humildemente Vos pedimos, Senhor: o sacramento que o vosso Filho nos mandou celebrar em sua memória, aumente sempre a nossa caridade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

 

Martirológio

1.   Em Roma, no cemitério de Pretextato, junto à Via Áppia, os santos Tibúrcio, Valeriano e Máximo, mártires.

2.   Em Antioquia, na Síria, hoje Antakya, na Turquia, as santas mártires Bérnica e Prosdoca, virgens, com sua mãe Senhorinha, que, em tempo de perseguição, ao fugirem para se salvar dos que atentavam contra a sua pureza, encontraram no rio o seu martírio.

3.   No deserto de Nítria, no Egipto, São Frontão, abade, que, com cerca de setenta companheiros, se retirou para a vida eremítica.

4*.   Em Elphin, na Irlanda, Santo Asaco ou Asico, bispo, que é considerado discípulo de São Patrício e primeiro bispo desta Igreja.

5.   Em Alexandria, no Egipto, Santa Tomaides, mártir.

6.   Em Lião, na Gália, hoje na França, São Lamberto, bispo, que tinha sido monge e depois abade de Fontenelle.

7*.   Em Montemarano, na Campânia, região da Itália, São João, bispo, que colocou todo o ardor da sua actividade na assistência aos pobres e na santificação do clero.

8*.   No mosteiro de Tiron, junto de Chartres, na França, São Bernardo, abade, que por várias vezes se refugiou para a vida eremítica nos bosques e na ilha de Chausey, mas também se dedicou a instruir e conduzir à perfeição evangélica os discípulos que a ele acorriam em grande número.

9*.   Em Avinhão, na Provença, região da França, São Bento, jovem pastor, por cuja virtude, com o auxílio de Deus, foi construída a ponte sobre o Ródano, de grande utilidade para os cidadãos.

10*.   Em Tuy, na Galiza, região da Espanha, o Beato Pedro González, vulgarmente conhecido como São Telmo, presbítero da Ordem dos Pregadores, que transformou o seu anterior desejo de glória em profunda humildade e se dedicou particularmente a ajudar os necessitados, em especial os navegantes e os pescadores.

11*.   Em Schiedam, na Géldria, hoje na Holanda, Santa Ludovina, virgem, que, pondo a sua confiança só em Deus, suportou as enfermidades corporais em toda a sua vida, pela conversão dos pecadores e redenção das almas.

12.   Em Cuevas de Vinromá, junto de Castellón de la Plana, na Espanha, a Beata Isabel (Josefina Calduch Rovira), virgem da Ordem das Clarissas Capuchinhas e mártir, que, em tempo de perseguição contra a fé cristã, morreu por seu divino Esposo, Jesus Cristo.