Ladainhas da virgem santa Maria (Lauretanas)

Carta aos presidentes das Conferências Episcopais sobre as invocações «Mater misericordiae», «Mater spei» e «Solacium migrantium» a inserir nas Ladainhas Lauretanas

Download do documento»

Vaticano, 20 de junho de 2020,
Memória do Imaculado Coração da Virgem Santa Maria


Ex.mo e Rev.mo:
Peregrina rumo à Santa Jerusalém celeste, para gozar da comunhão inseparável com Cristo, seu Esposo e Salvador, a Igreja caminha pelas sendas da história confiando-se Àquela que acreditou na Palavra do Senhor. Conhecemos, efetivamente, pelo Evangelho que os discípulos de Jesus aprenderam, desde o início, a louvar a «bendita entre as mulheres» e a confiar na sua maternal intercessão. São inumeráveis os títulos e invocações que a piedade cristã, no decurso dos séculos, reservou à Virgem Maria, via principal e certa para ir ao encontro de Cristo. Também no tempo atual, com tantos motivos de incerteza e de desorientação, o povo de Deus recorre a Ela numa devoção particularmente sentida, repleta de afeto e confiança.

Tendo tudo isso em consideração, o Sumo Pontífice Francisco, acolhendo benignamente as petições que lhe foram dirigidas, quis dispor que, doravante, no formulário das Ladainhas da Virgem Santa Maria, chamadas «Lauretanas», fossem inseridas as invocações «Mater misericordiae», «Mater spei» e «Solacium migrantium».

A primeira invocação será colocada após «Mater Ecclesiae», a segunda depois de «Mater divinae gratiae» e a terceira depois de «Refugium peccatorum».
Congratulando-me por lhe comunicar esta disposição para conhecimento e aplicação, aproveito a ocasião para lhe manifestar os meus sentimentos de estima.


De Vossa Ex.cia Rev.ma devotíssimo no Senhor:

Robert Card. Sarah
Prefeito

+ Arthur Roche
Arcebispo Secretário


Download do documento»

2020-06-23 00:00:00