Liturgia diária

Agenda litúrgica

2022-11-11

Sexta-feira da semana XXXII

S. Martinho de Tours, bispo – MO
Branco – Ofício da memória.
Missa da memória.

L1: 2 Jo 4-9; Sal 118 (119), 1-2. 10-11. 17-18
Ev: Lc 17, 26-37

* Na Ordem Agostiniana – B. Mariano da Mata Aparício, presbítero – MF
* Na Ordem Beneditina – S. Martinho de Tours – FESTA
* Na Ordem de Cister – S. Martinho de Tours, bispo – FESTA

 

Missa

 

Antífona de entrada Cf. Sl 87, 3
Chegue até Vós, Senhor, a minha oração,
inclinai o ouvido ao meu clamor.

Oração coleta
Deus omnipotente e misericordioso,
afastai de nós toda a adversidade,
para que, sem obstáculos do corpo ou do espírito,
possamos livremente cumprir a vossa vontade.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus
e convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo,
por todos os séculos dos séculos.


LEITURA I (anos pares) 2 Jo 4-9
«Quem permanece na doutrina, esse possui o Pai e o Filho»

Nesta pequena Carta, S. João, dirigindo-se talvez a uma Igreja em perigo no que respeitava à fé, insiste em dois pontos fundamentais: na caridade mútua, mandamento novo, mas que, ao mesmo tempo, já vem desde o princípio, e na fé na Encarnação do Filho de Deus. Para o cristão não há outro caminho para chegar ao Pai senão permanecer firme na fé que recebeu desde o princípio, isto é, desde o seu baptismo. E, se o que já recebeu o baptismo, nunca chegou a tomar plena consciência dessa fé, deve procurar, uma vez adulto, tornar adulta essa fé inicial do batismo.

Leitura da Segunda Epístola de São João
Senhora eleita de Deus: Muito me alegrei por saber que os teus filhos vivem no caminho da verdade, segundo o mandamento que recebemos do Pai. E agora, Senhora, peço-te, não como quem escreve um mandamento novo, mas aquele que tivemos desde o princípio: amemo-nos uns aos outros. Ora o amor consiste em viver segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento que ouvistes desde o princípio e segundo o qual deveis viver. Apareceram no mundo muitos sedutores, os quais não professam a fé em Jesus feito homem. Este é o sedutor e o anticristo. Tende cuidado convosco, para não perderdes os frutos do nosso trabalho, mas, pelo contrário, para receberdes a plena recompensa. Quem se afasta e não permanece na doutrina de Cristo não possui a Deus. Quem permanece na doutrina, esse possui o Pai e o Filho.
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 118 (119), 1-2. 10-11.17-18 (R. 1b)
Refrão: Ditoso o que anda na lei do Senhor. Repete-se

Felizes os que seguem o caminho perfeito
e andam na lei do Senhor.
Felizes os que observam as suas ordens
e O procuram de todo o coração. Refrão

De todo o coração Vos procuro,
não me deixeis afastar dos vossos mandamentos.
Conservo a vossa palavra dentro do coração,
para não pecar contra Vós. Refrão

Fazei bem ao vosso servo:
viverei e cumprirei a vossa palavra.
Abri, Senhor, os meus olhos
para ver as maravilhas da vossa lei. Refrão


ALELUIA Lc 21, 28
Refrão: Aleluia. Repete-se
Erguei-vos e levantai a cabeça,
porque a vossa libertação está próxima. Refrão


EVANGELHO Lc 17, 26-37
«No dia em que Se manifestar o Filho do homem»

Continua o discurso apocalíptico sobre a vinda do Filho do homem, que é preciso esperar na austeridade, na vigilância e na fé. Com exemplos da história antiga do povo de Deus, Jesus previne os seus discípulos para que se mantenham sempre na expectativa da vinda do reino de Deus. As ocupações e cuidados da vida presente podem não deixar tempo para viver na expectativa dessa vinda do Senhor, mas ela é certa e será para todos os homens.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Como sucedeu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do homem: Comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca. Então veio o dilúvio, que os fez perecer a todos. Do mesmo modo sucedeu nos dias de Lot: Comiam e bebiam, compravam e vendiam, plantavam e construiam. Mas no dia em que Lot saiu de Sodoma, Deus mandou do céu uma chuva de fogo e enxofre, que os fez perecer a todos. Assim será no dia em que Se manifestar o Filho do homem. Nesse dia, quem estiver no terraço e tiver coisas em casa não desça para as tirar; e quem estiver no campo não volte atrás. Lembrai-vos da mulher de Lot. Quem procurar salvar a vida há-de perdê-la e quem a perder há-de salvá-la. Eu vos digo que, nessa noite, estarão dois num leito: um será tomado e o outro deixado; estarão duas mulheres a moer juntamente: uma será tomada e a outra deixada». Então os discípulos perguntaram a Jesus: «Senhor, onde será isto?». Ele respondeu-lhes: «Onde estiver o corpo, aí se juntarão os abutres».
Palavra da salvação.


Oração sobre as oblatas
Olhai, Senhor, com benevolência
para o sacrifício que Vos apresentamos,
a fim de participarmos com sincera piedade
no memorial da paixão do vosso Filho.
Ele que vive e reina pelos séculos dos séculos.

Antífona da comunhão Cf. Sl 22, 1-2
O Senhor é meu pastor: nada me falta.
Leva-me a descansar em verdes prados.
Conduz-me às águas refrescantes e reconforta a minha alma.

Ou: Cf. Lc 24, 35
Os discípulos reconheceram o Senhor Jesus ao partir o pão.

Oração depois da comunhão
Nós Vos damos graças, Senhor,
pelo alimento celeste que recebemos
e imploramos da vossa misericórdia
que, pela ação do Espírito Santo,
perseverem na vossa graça
os que receberam a força do alto.
Por Cristo nosso Senhor.

 

Santo

São Martinho de Tours, bispo

 

 

Martirológio

Memória de São Martinho, bispo, no dia do seu sepultamento. Nascido de pais gentios na Panónia, no território da hodierna Hungria, e chamado ao serviço militar na Gália, quando era ainda catecúmeno, cobriu com o seu manto a Cristo na pessoa de um pobre. Depois de receber o Baptismo, renunciou à carreira militar, fundou um mosteiro em Ligugé, onde levou vida monástica sob a direcção de Santo Hilário de Poitiers. Depois, ordenado sacerdote e, mais tarde, eleito bispo de Tours, teve sempre em vista o exemplo do bom pastor, fundando em várias localidades outros mosteiros e paróquias, dedicando-se à formação e reconciliação do clero e à evangelização dos rurais, até que, em Candes, foi ao encontro do Senhor.

 

2.   Junto ao lago de Mariótides, no Egipto, São Menas, mártir.

3.   Em Vence, na Provença da Gália, actualmente na França, a comemoração de São Verão, bispo, que, sendo filho de Santo Euquério, bispo de Lião, foi educado no mosteiro de Lérins e escreveu ao papa São Leão Magno, para lhe agradecer a profissão de fé na encarnação do Verbo contida na sua carta a Flaviano.

4.   Na província de Sâmnio, território da actual Itália, a comemoração de São Menas, solitário, cujas virtudes são mencionadas pelo papa São Gregório Magno.

5.   Em Amatonte, próximo de Limassol, na ilha de Chipre, o passamento de São João o Esmoler, bispo de Alexandria, célebre pela sua compaixão para com os pobres, que, movido pela sua generosa caridade, fez construir muitas igrejas, hospitais e orfanatos, sempre solícito para aliviar todas as necessidades da cidade, contribuindo para isso com os bens da Igreja e exortando assiduamente os ricos à prática da beneficência.

6*.   No mosteiro de Malone, no Brabante, na actual Bélgica, São Bertuíno, venerado como bispo e abade.

7.   Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, São Teodoro Estudita, abade, que fez do seu mosteiro uma escola de sábios, de santos e de mártires que morreram vítimas das perseguições dos iconoclastas. Foi três vezes deportado para o exílio, teve grande veneração pela tradição dos Padres da Igreja e, para defender a fé católica, escreveu tratados famosos sobre a doutrina cristã.

8.   No mosteiro de Grottaferrata, na região de Frascáti, próximo de Roma, São Bartolomeu, abade, que, nascido na Calábria, foi companheiro de São Nilo, cuja vida depois escreveu; esteve a seu lado até aos seus últimos dias na construção do cenóbio de Frascáti, sob a disciplina ascética dos Padres orientais, que fortaleceu durante o seu governo, convertendo-o numa escola de ciência e de arte.

9.   Em Nagasáki, no Japão, Santa Marina de Omura, virgem e mártir, que, encarcerada e levada a uma casa pública para escárnio da sua castidade, foi finalmente queimada viva.

10♦.   Em Verona, na Itália, a Beata Vicenta Maria (Luísa Polóni), virgem, fundadora, juntamente  com o beato Carlos Steeb, do Instituto das Irmãs da Misericórdia de Verona, para socorrer os aflitos, os pobres e os enfermos.

11*.   Em Laski Piasnica, perto da cidade de Wejherowo, na Polónia, a Beata Alice Kotowska (Maria  Jadwiga Kotowska), virgem da Congregação das Irmãs da Ressurreição do Senhor e mártir, que durante a guerra foi fuzilada por perseverar firmemente na fé de Cristo.

12*.   Em Sófia, na Bulgária, a paixão do Beato Vicente Eugénio Bossilkov, bispo de Nicópolis e mártir, da Congregação da Paixão de Jesus, que, sob um regime tirano, por se recusar a separar-se da comunhão com a Sé Romana, foi encarcerado e atrozmente torturado e finalmente, sob a acusação de crime de alta traição, condenado à morte e fuzilado.