Arquitetura e Artes para a Liturgia

No passado dia 6 de maio, segunda-feira, o Serviço de Arquitetura e Artes para a Liturgia do Secretariado Nacional de Liturgia, coordenado por Isabel Maria Alçada Cardoso, reuniu com os respetivos delegados diocesanos no sentido de partilhar propostas e desafios e, simultaneamente, escutar os delegados nas suas preocupações e necessidades.

O encontro decorreu sob a presidência do Arcebispo de Braga, Dom José Cordeiro, presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade e contou com a presença do P. Pedro Lourenço Ferreira, diretor do Secretariado Nacional de Liturgia. Depois de uma breve saudação, Dom José congratulou-se com o caminho que o grupo de trabalho deste serviço está a percorrer. Agradeceu ainda a comparência dos delegados presentes (8 dioceses) e respetiva resposta ao inquérito enviado. Aproveitou também o momento para manifestar a necessidade e urgência de um espaço que possa ser de reflexão e busca de sentido no construir e plasmar da liturgia, quer no que respeita à arquitetura, quer nas várias expressões artísticas. Num segundo momento, foi feita a apresentação deste serviço apontando os seus objetivos gerais e caminho a percorrer. Seguiu-se uma análise preliminar dos dados dos inquéritos recebidos de alguns dos delegados diocesanos. Por fim, foi apresentado o esboço de uma página a integrar o site do SNL, onde irá constar informação pertinente à arquitetura e artes para a liturgia. Seguiu-se um tempo de diálogo entre todos os presentes, o qual foi bastante enriquecedor no que se refere à necessidade de formação na área de Arquitetura e Artes para a Liturgia em Portugal para encomendadores, arquitetos, projetistas, artistas, comissões afins, párocos, liturgistas, etc. Sobretudo, salientou-se a dificuldade de comunicação, considerando as diferentes linguagens e especificidades de cada uma das partes e dos diversos âmbitos profissionais. A próxima iniciativa deste Serviço será a Jornada Nacional de Arquitetura e Artes para a Liturgia, a decorrer no próximo dia 9 de novembro de 2024 em Fátima, na Domus Carmeli. Esta será aberta a todos os que queiram participar, e pretende ser um espaço e um tempo formativo. A formação nesta área foi um tema amplamente debatido pelos presentes como necessário e urgente a todos os intervenientes que estão envolvidos em projetos de novos complexos paroquiais ou monásticos ou de adequação litúrgica. A jornada prevê ainda um tempo de grande assembleia com os conferencistas num diálogo que se espera de profundo debate e aprofundamento das questões refletidas durante as conferências. Arquitetura e Artes para a Liturgia O Secretariado Nacional de Liturgia criou um serviço destinado a abordar a temática de Arquitetura e Artes para a Liturgia. O grupo nasce no contexto da reforma litúrgica, cuja atividade brota do n. 124 da Constituição conciliar Sacrosanctum concilium onde se recomenda: «Na construção de edifícios sagrados, tenha-se grande preocupação de que sejam aptos para lá se realizarem as ações litúrgicas e permitam a participação ativa dos fiéis». Neste sentido, a par da formação dos professores e liturgistas, pretende-se proporcionar um percurso formativo que mostre aos arquitetos, projetistas, artistas e encomendadores (donos de obra), a razão pela qual «as belas artes, e muito especialmente a arte religiosa e o seu ponto culminante, que é a Arte sacra, tendem por natureza a exprimir de algum modo nas obras humanas a infinita beleza de Deus, e tanto mais estão orientadas para o seu louvor e a sua glória quanto mais longe estão de todo o propósito que não seja contribuir o mais possível com as suas obras para orientar religiosamente os homens para Deus» (SC 122).

2024-05-07 00:00:00